quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

(Espaço Aberto Arujá) Anna Nery


Essa artista dança desde os sete anos de idade. Nascida no Piauí, veio para São Paulo com nove anos. 
Ela é professora de danças urbanas (hip-hop), além de stilleto e danças sensuais. Ela começou em Arujá dando workshop de stiletto no Stúdio Calil. E agora esta trabalhando com a dona do stúdio, Karin.
Mas ela já dava aulas em outros lugares. 
Trabalhou em projetos em escolas publica CCA (Centro para Crianças e Adolescentes), escola l, escolas particulares e no espaço artístico Luana Pinheiro. Também ensinava no centro de artes de Ferraz de Vasconcelos.
Ainda faz cursos e workshops com profissionais na área das danças urbanas, Aulas de hiphop, waacking, dancehall para se especializar mais ainda. Tem DRT em dança (Delegacia Regional do Trabalho, o que comprova que você pode exercer uma função técnica).
Sempre que pode participa de eventos desse estilo. Normalmente, participa daqueles que ela e artistas fazem para promover o estilo e seu trabalho. Inclusive já fizeram Hip-Hop no Túnel.
O nome veio por conta do espaço que utilizavam ( túnel de acesso a estação Antônio Gianette Neto em Ferraz). A CPTM só disponibiliza o espaço. Enquanto os artistas fazem tudo.  Lá organizaram, batalhas de dança, de MC, apresentações  e grafiteiros que convidaram para fazer as artes durante os eventos.
Anna trabalha com crianças e adolescentes com as danças urbanas, e com as mulheres adultas no stilleto e as danças sensuais. Resgatando um pouco do feminino e quebrando alguns preconceitos.
Sem contar que, trabalha a três anos dando oficinas no evento de São Paulo que chama Mês do Hip-Hop SP. Faz parte de um projeto que se chama Moda em Movimento, que é uma ideia dela e de umas amigas que trabalha a moda com a criançada (no seu primeiro ano o tema foi o hip-hop). Nesse último, eles fazem oficinas de moda (corte, costura, passarela), história sobre o assunto e aula de dança que foi o tema do primeiro ano. Mas como o nome já sugere, a ideia é sempre mudar o tema pra trabalhar outras culturas. Quase sempre nos CCA's.
Ela tem um grupo de alunas bem diversificadas: tem alunas senhoras, alunas que venceram o câncer,  alunas acima do peso e todas buscando melhorar a autoestima com o stilleto e as danças sensuais. A grande maioria não é e nem foram dançarinas antes, e nem tem a intenção de se apresentar em um palco.
Bom sobre seu trabalho, ela já participou com grupos, em eventos como o festival Meeting Indaiatuba, Ferraz nas Pontas dos Pés, diversos espetáculos de danças, Festa da Uva, apresentações no Miss Estudantil, Miss Ferraz, Mais Uva Fina, feira estudantil, Festa das Cerejeiras, Festa das Nações. Já participou de comerciais da Bacardi, ter aparecido em um clipe com o Taíde, Arte Popular e Dream Team do Passinho.


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Hino a Nossa Senhora das Brotas

Nossa Senhora das Brotas
Tú és Santa é Padroeira
Nossa Senhora das Brotas
Proteja a nação brasileira

Ela veio de Portugal
Com imigrantes para o Brasil
Colocada em um tronco seco
Que aos olhos de todos brotos e floriu

Este foi seu primeiro milagre
E aquela gente toda assistiu
E assim se tornou padroeira
Dos agricultores do nosso Brasil


Nossa Senhora das Brotas
Olhai para os filhos seus
Nossa Senhora das Brotas
Interceda por nós junto ao filho de Deus

Raio X da educação: MEC divulga resultados do Ideb

Os dado a seguir foram retirado do jornal Ouvidor. Relativos até 2015. Espero que esteja fácil te compreender:
Rede Municipal
de Ensino
Arujá
Igaratá
Santa Isabel
Guararema
Média no Ideb
2015
6,0
5,7
6,0
6,6
Meta esperada
para 2015
6,1
5,9
5,5
5,8

Rede Estadual
de Ensino
Arujá
Igaratá
Santa Isabel
Guararema
Média no Ideb
2015
4,8
4,7
5,3
4,5
Meta esperada para 2015
5,4
5,7
5,4
5,1



Média de Proficiência
Português - 2013
Média de Proficiência
Português –
2015
Média de Proficiência
Matemática –
2013
Média de Proficiência Matemática - 2015
Santa Isabel
205,26
222,11
229,28
234,32
Lembrando que nos dois primeiros gráficos a nota vai de 1 a 9.

domingo, 7 de janeiro de 2018

Educação municipal e estadual em Santa Isabel

Antiga foto
Santa Isabel já obteve do Ministério da Educação do Brasil a melhor média por município do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) entre as escolas estaduais da Região do Alto Tietê. O município obteve nota 4,9 em uma escala de 0 a 10. Sendo que em 2009, nesse índice, a Escola Estadual Major Guilhermino Mendes de Andrade obteve a nota 7,1 em uma escala de 0 a 10, acima da nota 6 de escolas de países desenvolvidos. Nesse período a diretora era Sonia Geraldo.
Além disso, em 2010 segundo dados do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), a proporção de crianças entre cinco e seis anos nas escolas era de 94,5% . Nessa mesma época, a proporção de jovens entre onze e treze anos nas séries finais do ensino fundamental era de 90%. A taxa de adolescentes de quinze e dezessete anos com ensino fundamental completo era de 71,3%. Por último, os que tinham entre dezoito e vinte anos era 56,1%. E são dados acima da média estadual e nacional.
Se compararmos isso com o IEGM (Índice de Efetividade da Gestão Municipal) notamos que a cidade realmente tem um alto padrão na área educacional. Além das escolas no centro e creches, temos essas instituições tanto na área urbana como rural.
Contando também com uma ETEC. O surgimento dela deu-se mesmo através do Decreto 55224/09 em 22 de dezembro de 2009. Então denominada como Escola Técnica de Santa Isabel. Por meio de seus cursos passando seu conhecimento para formar cidadãos mais consciente. Atualmente, entre suas aulas estão: administração, informática para a internet, logística e química. Sem contar com o ensino médio e a administração integrado ao EM (ETIM).
A ETEC se mantém com recursos de contribuições, parcerias e convênios com instituições públicas, empresas e comunidade.

Quantidade
Escolas
31
Escolas municipais
10
Escolas estaduais
5
Escolas particulares
1
ETEC

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Termo de Posse e Juramento da Câmara Municipal da Nova Villa de Santa Izabel

"Aos três dias do mês de julho de ano do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de mil oitocentos e trinta e três, duodécimo da Independência do Império e terceiro da regeneração nesta freguesia de Santa Isabel, presentemente elevada a categoria de vila, pelo decreto de dez de julho de mil oitocentos e trinta e dois da Comarca da Imperial cidade de São Paulo, em casa destinada para o Paço da nova Câmara Municipal, desta nova vila, onde se achava presente Tiago rodrigues Ribas, presidente da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, comigo Luiz Monteiro, secretário da mesa, para o efeito de dar posse e juramentar os novos vereadores que hão de formar o novo município desta vila, na conformidade do decreto de 13 de fevereiro de 1832, tendo ali comparecido os ditos vereadores, aos quais o mencionado Presidente lhe deu posse e deferiu o juramento aos Santos Evangelhos em um livro deles, em que puseram suas mão direitas prometendo desempenhar as obrigações dos seus cargos e os meios de sustentar felicidade pública. Depois que o sobredito Presidente lhe declarou terem os seus distritos interinamente os mesmos limites que atualmente existem por ter sido resolvido pelo Exmo. Conselho do Governo como conquista do ofício do Exmo. Sr. Presidente da Província da data de 18 de maio de 1833. E para assim constar mandou lavrar, e, eu LUIZ MONTEIRO, secretário geral que escrevi."

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

O escritor Aristides Fontes Filho

Este escritor fez ao menos dois livros de grande qualidade: O Dito pelo Não Dito e O mundo de Edmundo. Vamos examinar cada um deles.
O Dito pelo Não Dito - Dicionário de Expressões Idiomáticas: ele trata sobre expressões usadas no dia, muitas vezes, que nos passam despercebidas. Tais como Nossa Senhora, Minha Nossa Senhora, Minha nossa ou Nossa mãe (podendo simbolizar a Virgem Maria ou ser uma expressão de espanto) até Por aí além (extraordinário, excepcional). 
O livro é dividido em três partes: as expressões, como já foi mencionado e quais suas funções práticas; a segunda trata de seus títulos, ou seja uma especifidade sobre eles, como adjetivos, clássicas, comportamento, relativos ao corpo, entre outros; e a terceira possuí um índice no qual podemos encontrar palavras que existem nas expressões populares. Bem completo mesmo.
Ele foi publicado pela Libia Três Projetos Editoriais e Eventos.
O mundo de Edmundo: é um livro que serve para pais lerem junto aos seus filhos sobre brincadeiras clássicas, entre outras coisas. Desde como montar uma pipa estrela até como criar um acampamento. Passando por como montar uma árvore de Natal, teatro, quebra cabeças, festa junina, hortas, entre tantas outras coisas de uma criança. Com ilustrações de Dênis Mendes, seu texto é atemporal, sendo que pode ser lido até mesmo para crianças dessa geração atual e tão tecnológica. Contém figurinhas autocolantes e seus desenhos são para colorir. É um livro bem familiar e gostoso de ler.
A impressão do livro foi através Gráfica e Editora Prol Ltda. e das figurinhas foi pela Gráfica e Editora Vip Ltda. 
Já escreveu romances e alguns deles em ebook.